Teoria musical e método de Tuba



Teoria musical gratis de Tuba
O instrumento

Existem tubas de vários tamanhos: tenor (também chamado de eufônio), baixo e contrabaixo. Desde o seu aparecimento, na primeira metade do século XIX, logo foi incorporado nas orquestras sinfônicas. Sua função é dar ritmo e ocupar lugares vagos em escalas. A tuba é considerada o coração de banda dupla, sua presença faz total diferença em uma peça rasgada.

Atualmente, as tubas podem ser encontradas nas mais diferentes formas e combinações. Existem quatro afinações para Tuba. As Tubas Baixas que são afinadas em Míb e Fá e as Tubas Contra-baixas que são afinadas em Dó e Síb. A Tuba é um instrumento que tem uma extensão muito variada. Pelos tipos que dela são encontrados, a extensão média da tuba é do (Dó-1 ao Fá3), podendo variar muito de acordo com a tuba e com quem a executa.

Nas bandas filarmônicas, cabe às Tubas o fundamental papel de suporte harmônico, uma vez que compõe o naipe de instrumentos que atua no registo grave.

Seja o primeiro a compartilhar conteúdo didático para esse instrumento!

Voltar




Patrocinado